Publicidade

publicidade

9 de maio de 2008

Earthbound

Fabricante: Nintendo / Shigesato Itai Inc. / Ape Inc.
Gênero:
RPG
Ano de lançamento:
1994

Em 1994 o Super Nintendo viu o lançamento de um dos mais inovadores dos jogos até então disponíveis no mercado: Earthbound. Um RPG criado pela própria Nintendo em parceria com a desenvolvedora Ape, foi um marco na história dos RPGs para video-game, ao contrário de 99% dos jogos do gênero.
No ano de 199X, no vilarejo de "Onett", no continente "Eageland" ...
"Ness" era um jovem que estava adormecido numa noite, quando um forte barulho o desperta subitamente. Ele se levanta da cama e vai até uma colina vizinha, ele encontra um estranho meteoro, transportando um único passageiro: um misterioso inseto de nome "Buzz Buzz".
Buzz Buzz" diz a ele que, no futuro, um demônio alienígena conhecido como "Gigyas" conquistou o mundo, e os únicos que podem fazê-lo parar são 4 jovens crianças: 3 rapazes e uma garota. "Ness", claro, é uma dessas crianças escolhidas ...
"Ness" agora tem de encontrar as outras três crianças: "Paula", uma jovem de "Twoson" com notáveis poderes psíquicos, "Jeff", um gênio mecânico de "Winters", e "Poo", o jovem príncipe de "Dahlaam". Juntos, estes quatro amigos têm o poder de derrotar os "Gigyas" e salvar o mundo de seu reinado caótico! Aí começa a aventura em Earthbound.
No jogo, você conta com equipamentos curiosos e por vezes engraçados, como capacetes, tacos de baseball, estilingues, arminhas de pressão e etc. Você, além de possuir um telefone celular, pegar contato de npcs e depois comunicar-se com eles, também pode andar de ônibus, sacar e depositar dinheiro em um caixa eletrônico.
Você vê os adversários no mapa antes de entrar na batalha e tem a opção de tentar fugir deles, o que não acontece na maioria dos RPGs. A batalha tem poucos elementos visuais e gráficos, deixando a maior parte dos eventos como descrições e deixando que a imaginação do jogador crie a batalha.
O jogo é enorme, tem várias cidades, inimigos e puzzles para serem descobertos e vencidos.
É claro que Earthbound foi um grande sucesso e marcou época, tanto que, o personagem
principal, "Ness", foi personagem da linha de jogos "Super Smash Bros." da Nintendo, feito para os consoles "Nintendo 64", "Game Cube" e agora "Nintendo Wii".

Prós: Inovação, criatividade, diversão e gráficos.

Contras: As batalhas poderiam ser um pouco mais gráficas e menos descritivas, pois atrapalha o jogo para quem não entende inglês muito bem.

Considerações Finais: Um jogo genial, que elevou o patamar do Super Nintendo à um outro nível, além de ser um dos mais divertidos de todos os tempos.
Resumindo: Clássico e essencial.

Review Criado por: Guilherme Scarsick e Hobby.


12 comentários:

  1. Palhaço da Praça11 de maio de 2008 12:26

    Jogão!!!
    Perfeito!!!

    Obra prima!!!

    =D

    ResponderExcluir
  2. Ah que isso, eu acho legalzinho os gráficos, faz a cara do jogo, mor legal.

    ResponderExcluir
  3. Trilha sonora fraca?!?!?!?!?!

    Fico ouvindo a musica do menu principal por horas ¬¬

    O jogo é ótimo, foge da rotina da maioria dos RPG's de castelos medievais, reis, demônios, etc, etc.

    Vc ganha dinheiro com mesada, e os equipamentos são baseados em assesórios esportivos, o jogo apresenta algumas malandragems, que refletem que se deve tomar cuidado, como na casa q custa 7000 e que na verdade está toda esculhanbada, vc n pode nem se recuperar lá, o q provavelmente é a intenção a comprá-la.

    Nota 10, pena q cancelaram a versão pro N64.

    ResponderExcluir
  4. Uma obra prima sem duvida, adoro esse jogo, lembro que na epoca em que joguei não consegui passar do ultimo chefe auhahhuauha...

    ResponderExcluir
  5. PQP meu que jogão.

    Realmente agora com a review refeita me interesse e baixei o jogo larguei meu ds e joguei essa obra prima
    perfecto!

    ResponderExcluir
  6. Muito bom !
    Jogo maravilhoso, fiquei horas e horas jogando, e estou a espera da tradução que logo vão lançar !

    ResponderExcluir
  7. olha vai no site de procura e coloca eartbound brasil, neste site há um projeto deles do jogo em portugues

    ResponderExcluir
  8. Nunca zerei mas achava divertidíssimo.

    Agora graças a tecnologia (ou mágica) dos emuladores fiquei tentando a terminar mais esse périplo

    ResponderExcluir
  9. mas como se passa da fase com aqueles bichinhos rosas?
    e c acha o poo?

    ResponderExcluir
  10. Eu fiquei com medo do Giygas ._.

    ResponderExcluir
  11. A batalha contra Gyigas (para mim) é a melhor batalha, dificuldade certa, os sons eas imgaens tornam a batalha muito mais tensa e emocionante

    ResponderExcluir
  12. Esse jogo é massa. Aconselho jogar com um bom dicionário de inglês. O senso de humor do jogo é demais. A história vai ficando interessante e o desafio é na medida certa.

    Por ser um RPG não-convencional (ele não é medieval) os elementos do jogo te fazem viajar.

    Políticos corruptos, Policiais atrapalhados e mais um monte de coisa (hilárias) te esperam nesse clássico obrigatório do Snes

    ResponderExcluir

Cada comentário é responsabilidade de seu autor. O dono do blog não se responsabiliza pelos comentários. Cada comentário será analisado para ser aprovado. Não poste link para ROMS aqui, o blog SNES Classics é um blog de referências e análises. O Google está aí para isso.

Ajude o blog adicionando comentários pertinentes e relevantes.

- Super Wallace.